sábado, 16 de junho de 2012

Três dicas do mestre Stephen King






Segundo Stephen King, existem três enganos fatais que o escritor novato pode cometer quando ainda contaminado pela erudição de seus professores ou por seus ideais ainda imaturos:

1. O autor não deve escrever para os outros, mas sim para si mesmo.

2. A linguagem é mais importante do que a estória.

3. A ambiguidade é preferível à clareza e à simplicidade.

Ele diz isso no prefácio ao volume I da série A Torre Negra, que é O Pistoleiro.
Isto também pode ser dito de outra forma:

1. Antes de começar a escrever o seu livro de ficção, o autor deve escolher a sua audiência, que envolve resolver o gênero (policial, fantástico, romance, etc...) em que vai produzir, até a população que deseja alcançar (vocabulário, sofisticação na estrutura, etc.)

2. Alguns escritores iniciam preocupados com o seu estilo, procurando escrever como este ou aquele escritor. Baita engano! O estilo, ou o que chamamos de "voz" do escritor só vai surgir depois de um bocado de estrada, e não deve ser sua preocupação.

3. Escrever de forma simples é escrever bem. A busca da perfeição é parecida com a busca da simplicidade da forma, direta é clara, sem nenhum adereço desnecessário.

quarta-feira, 23 de maio de 2012

Podcast Ghost Writer : Publicando o primeiro livro.






Estou super feliz em ter participado do Podcast Ghost Writer ao lado do meu amigo escritor Marcelo Amaral.
Confiram! Adorei.


Acesse: http://migre.me/9c8Ls

terça-feira, 22 de maio de 2012

Resenha de "O Portal" no blog "Acordei com vontade de ler"




"A primeira vez que li uma resenha deste livro, fiquei doida para ler, pois a resenha me enfeitiçou, foi então que entrei em contato com a autora que disse que iria fazer uma seleção dos blogs que iriam receber os livros que ela estaria disponibilizando, e para minha alegria meu blog foi o escolhido ^^

O livro conta a historia de Elisabeth, uma jovem que vem dos EUA para o Brasil, para estudar na PUC do Rio de Janeiro. Achei demais como a autora desenvolveu a história, misturando mistérios, junto ao romance, os cenários tanto no Brasil, como no EUA, são muito bem desenvolvidos, me senti viajando lendo."



quarta-feira, 2 de maio de 2012

Tirinha do Nupi III


Prêmio Jabuti 2012



Estão abertas as inscrições para o 54º Prêmio Jabuti. O Jabuti é o mais tradicional e prestigiado prêmio literário brasileiro, uma distinção que dá aos vencedores o lastro da comunidade intelectual brasileira, além do reconhecimento a todos aqueles que trabalham com o livro.
As inscrições serão encerradas no dia 15 de junho de 2012, às 18 horas e a obra vencedora em primeiro lugar de cada categoria (de 1 a 29) receberá, além do troféu Jabuti, um prêmio no valor bruto de R$ 3.500,00 (três mil reais e quinhentos reais). Mas atenção, o valor para inscrição é de R$ 290,00... Um pouco salgado, não acha?
Regulamento 
O Prêmio Jabuti 2012 será outorgado às categorias relacionadas a seguir, podendo concorrer apenas obras inéditas, editadas no Brasil, entre 1º de janeiro e 31 de dezembro de 2011.
I – Das Categorias Concorrentes
1. Melhor Capa
2. Melhor Ilustração
3. Melhor Ilustração de Livro Infantil e Juvenil
4. Melhor Livro de Arquitetura e Urbanismo
5. Melhor Livro de Artes
6. Melhor Livro de Biografia
7. Melhor Livro de Ciências Exatas
8. Melhor Livro de Ciências Humanas
9. Melhor Livro de Ciências Naturais
10. Melhor Livro de Ciências da Saúde
11. Melhor Livro de Comunicação
12. Melhor Livro de Contos e Crônicas
13. Melhor Livro Didático e Paradidático
14. Melhor Livro de Direito
15. Melhor Livro de Economia, Administração e Negócios
16. Melhor Livro de Educação
17. Melhor Livro de Fotografia
18. Melhor Livro de Gastronomia
19. Melhor Livro Infantil
20. Melhor Livro Juvenil
21. Melhor Livro de Poesia
22. Melhor Livro de Psicologia e Psicanálise
23. Melhor Livro de Reportagem
24. Melhor Livro de Romance
25. Melhor Livro de Tecnologia e Informática
26. Melhor Livro de Teoria/Crítica Literária
27. Melhor Livro de Turismo e Hotelaria
28. Melhor Livro Projeto Gráfico
29. Melhor Tradução

Para mais informações acesse: http://www.premiojabuti.com.br/content/regulamento

quinta-feira, 26 de abril de 2012

Quem é o vilão da sua história?


Não canso de mQuemée surpreender com a quantidade de matérias excelentes disponíveis  na internet para nós, escritores. Basta um pouco de paciência e bom senso para nos depararmos com pérolas de valor inestimável para a construção de nossa escrita.

Sempre que encontro algo muito bom, compartilho com vocês, pois sei o quanto isso é importante. Aldous Huxley, um escritor inglês, certa vez disse que o conhecimento não é aquilo que você sabe, mas o que você faz com aquilo que você sabe e quando vejo a gratidão de pessoas que dividem o que levaram anos para aprender, percebo o quanto ainda tenho que crescer...

Pois bem... Aqui vai mais um texto do escritor Alexandre Lobão que, tenho certeza, será de grande ajuda!


Vilões: Os verdadeiros heróis dos escritores.

" Não é exagero algum dizer que uma história é tão boa quanto seu vilão.


Exemplos não faltam, em qualquer mídia: o Batman seria interessante se apenas espancasse ladrões de carteira e assaltantes "comuns" de banco? Imaginem, então, o super poderoso Super-Homem sem um desafio à altura. Ou um Harry Potter sem um Voldemort, apenas sofrendo bullying dos coleguinhas bruxos na escola. Ou um louco Capitão Arab sem uma Moby Dick para caçar.  Ou um Robert Langdon sem uma sociedade secreta para o perseguir enquanto ele procura desvendar segredos que abalam as fundações de uma ou mais religiões.


Mas, afinal o que define um "bom" vilão?


Uma das principais regras para a criação de antagonistas é que o antagonista precisa ser derrotável. Inimigos imbatíveis, como por exemplo a idade, não dão boas histórias, exceto em raras e honráveis exceções. 


Um segundo ponto, mas tão importante quanto o primeiro, é que bons antagonistas são personificados, ou sejam, são homens ou de alguma forma humanizados, e não simplesmente situações, fenômenos da natureza ou grupos. Hollywood leva esta segunda "regra" à risca em seus filmes - por mais que a situação seja extrema, sempre consegue-se um antagonista humano. Por exemplo, em "Twister", os antagonistas não são os furacões, mas a equipe concorrente de caçadores de furação. Em "Titanic", o antagonista não é o afundamento do navio, mas o ricaço que luta pelo amor da senhorita Rose. "Speed Racer" não é um filme de um corredor que quer vencer uma corrida, ou de um corredor contra o cartel que controla os resultados de corridas, mas sim o filme de um corredor contra um representante do cartel que controla as corridas.


A definição de um bom antagonista começa na definição da premissa da história, que é uma frase bem estruturada que define seu (futuro) livro em poucas palavras.  De maneira bem simples, na premissa você deve deixar claro "quem quer fazer o que, e quem o atrapalha, e porque"; ou seja: Quem (o protagonista) quer fazer o que (qual sua meta de vida, e como ela se reflete em seu objetivo dentro da história a ser contada), e quem o atrapalha (o antagonista) e porque (qual a meta de vida do antagonista, e como ela se reflete em seu objetivo dentro da história).

Outro ponto importante a destacar que o antagonista não necessariamente é mau, nem necessariamente é diferente do protagonista - daí a palavra "vilão" ser inapropriada em muitos casos. Tenha isso em mente quando for definir seu "vilão". 



De maneira ideal, ao definir os personagens antes do início da escrita, você deverá pensar quais características antagonista e protagonista têm em comum, e quais são opostas, e quais objetivos são comuns, e quais são opostos.  As duas possibilidades geram conflitos, que o que desejamos, enquanto características simplesmente diferentes (um é inteligente, o outro é alto...) não agregam valor ao conflito.  Por exemplo, Sherlock Holmes e Moriarty são ambos inteligentes, mas um é honesto e o outro não. Batman é frio e racional e o Coringa é divertido e tem uma mente caótica. Antagonista e protagonista podem ter objetivos diferentes, como nestes exemplos, ou entrarem em conflito justamente por desejarem atingir o mesmo objetivo - como conquistar a mulher amada ou ser o primeiro homem a chegar ao Pólo Norte.  



A mensagem importante aqui é: defina bem seu antagonista, pense em suas características principais, pense no que o torna único, quais são seus objetivos e em como cada um destes pontos irá gerar conflito quando ele competir com o protagonista.
Porque toda história é sobre um conflito, sobre "algo que aconteceu".  E apenas lutando contra obstáculos, contra antagonistas tão humanos quanto ele, é que nosso herói é capaz de provar seu valor."






quarta-feira, 25 de abril de 2012

Tirinhas do Nupi - I


Adoro desenhar desde pequena.

Meu presente preferido era uma bela e gostosa caixa de lápis de cor. Além de escrever, amo fazer ilustrações e inspirada no meu cãozinho Snoppy, fiz, durante algum tempo, tirinhas que fizeram sucesso em meu antigo site. 

Resolvi reviver sua história e recomeçar a saga do cachorro mais fofo do planeta.

Com vocês as Tirinhas do Nupi.


segunda-feira, 2 de abril de 2012

Curso: Tudo sobre o mercado editorial

Resenha de "O Portal" no Blog "Momentos de Leitura"



"Um livro cheio de mistérios, supresas, reviravoltas, com clima de romance e descobertas reveladoras. Narrado em terceira pessoa, o livro nos apresenta personagens cheios de vida, cativantes e marcantes. Lizzie a garota de olhos verdes, cabelos longos e ruivos, apaixonada pela vida e muito curiosa. Robert seu pai, um homem atencioso e apaixonado pela ex- mulher. Flávia, a garota engraçada e sem noção, mas de um coração enorme e muito amiga. Leonardo o médico apaixonado, romantico e estourado as vezes. Marcello o sedutor, também Cíntia a mulher misteriosa e Rachel mãe de Lizzie.  
O livro é um emaranhado de fatos que a autora consegue interligar de uma maneira inesperada e fascinante, alternando entre personagens e momentos da vida de cada um, em cada capítulo. É impossível parar a leitura antes de termina-lo, tem história, conteúdo, é uma trama que te prende o tempo todo. Sem dúvida, é uma excelente leitura, que nos envolve involuntariamente."

Pollyanna




Para ler mais acesse: http://pollymomentos.blogspot.com.br/2012/04/resenha-o-portal.html

sexta-feira, 30 de março de 2012

Resenha de "O Portal" no "Sentimento nos Livros"


"A história é boa, mas eu não consegui me apaixonar, acho que faltou descobrir mais coisas sobre O Portal, conhecer mais sobre Steve (namorado de Lissie), "aprofundar" mais a "teoria".
O final, também ficou meio em aberto e sei que a autora lançará neste ano a continuação do livro. Tenho minhas teorias, principalmente quanto ao Leo e a Lissie, mas isso vou deixar para discutir com quem já leu o livro...rsrsrs.... E, se você leu e tem algumas hipótese, me diga, eu adoraria saber.
Eu recomendo, pois é um livro intrigante afinal de contas e quero sim descobrir um pouco mais dessa história no próximo volume."



quinta-feira, 29 de março de 2012

I Prêmio Tecido Verbal de Literatura 2012




I Prêmio Tecido Verbal de Literatura 2012– Gênero: Romance urbano contemporâneo



1. Da Organização

Sob inteira responsabilidade da Editora Tecido Verbal, doravante denominada ORGANIZADOR, sediada na Rua Tamoios, no. 55, no município de Sorocaba, SP, Brasil, inscrita no CNPJ sob o no. 05.529.986/0001-05, o Concurso Literário denominado I Prêmio Tecido Verbal de Literatura 2012– Gênero: Romance urbano contemporâneo, doravante denominado CONCURSO, será regido pelo presente Edital com seus eventuais aditamentos, quando necessários.

2. Do Prêmio Compartilhado

2.1O CONCURSO tratará de selecionar apenas 1 (um) romance urbano contemporâneo, publicado ou não, para premiá-lo como estímulo cultural, sendo o prêmio compartilhado entre o/a autor/a e a editora que o publicou em sua última tiragem.

2.1.1Para efeito deste Edital, será considerado romance urbano contemporâneo o livro que apresente os seguintes aspectos literários:

“O Romance urbano contemporâneo, para efeito deste concurso, têm características neo-realistas, atualizado (a partir da segunda metade do século 20 até hoje). Conforme Ricardo Sérgio, do Recanto das Letras, o romance urbano, “como principal característica,busca retratar e criticar os costumes, as manias, as mediocridades da sociedade da época atual, assim como a caracterização do espaço urbano, que dá um certo valor um valor documental à obra”. Mas, sobretudo, será considerado relevante a trama e o perfil psicológico dos personagens que costurarão o cenário perfeito de um romance contemporâneo, irônico por vezes, crítico, articulado, numa mistura de leveza e tensividade próprios da época em que vivemos.”(DEFINIÇÃO DO ORGANIZADOR).

2.2 - O prêmio oferecido será em moeda corrente no Brasil, da seguinte forma:

a) o/a autor/a receberá a quantia de R$ 30.000,00 (trinta mil reais);

b) a editora do livro vencedor receberá a quantia de R$ 20.000,00 (vinte mil reais).

c) haverá um prêmio-extra no valor de R$ 2.000,00 (dois mil reais) para o melhor resumo comentado conforme disposto no item 6 deste Edital.


2.2.1É permitida a co-autoria ou criação coletiva da obra porém, para efeito de premiação, apenas um dos nomes será considerado para receber o prêmio, sem prejuízo do reconhecimento das demais autorias.

2.2.2No caso de romance não publicado, ou publicação independente e ainda sem editora na data de inscrição da obra, a parte do prêmio que caberia à editora será entregue a posterioria uma entidade só, pela ordem:

I – à editora que quiser publicar a obra vencedora em comum acordo com o autor;

II – alguma agremiação, sociedade, grupo ou similar de caráter literário, no Brasil, porém não-governamental, e que promova comprovadamente algum trabalho de difusão da leitura há mais de um ano (da data de inscrição), sob critério de escolha do ORGANIZADOR entre as conhecidas ou indicadas pela comunidade literária até 31 de dezembro de 2012.

2.2.2.1A Editora Tecido Verbal fica impedida de pleitear o prêmio ainda que futuramente e eventualmente assine algum contrato de edição com o/a autor/a sobre a obra vencedora por manifesta vontade do/a autor/a.

2.2.3Fica proibida a inscrição e participação de qualquer pessoa que tenha vínculos empregatícios de qualquer tipo com a Editora Tecido Verbal, assim como qualquer obra que tenha sido publicada por esta editora.

2.2.4A divulgação da obra vencedora e a entrega do prêmio compartilhado entre autor/a e editora será realizada no dia 30 de novembro de 2012, em evento especial para tal fim no município de Sorocaba (SP), sede da editora, em local e horário a serem confirmados oportunamente para reserva de vagas no recinto.

2.2.5Na ocasião da premiação, não estando presentes os vencedores ou seus procuradores, o ORGANIZADOR do CONCURSO comprometer-se-á a fazê-los saber da decisão em 24 horas, para receberem o prêmio da forma que melhor lhes convier.

2.2.6Cabe ao ORGANIZADOR toda a divulgação multimídia necessária em todas as suas etapas, sendo desde já permitida a reprodução total ou parcial deste Edital, sem alterações, por qualquer pessoa ou veículo informativo nacional ou do exterior por sua própria responsabilidade.

2.2.7 O prazo para recebimento do prêmio não expira e nem prescreve sob nenhuma
hipótese.

3. Do Objeto

3.1Poderá participar deste CONCURSO qualquer livro do gênero Romance urbano contemporâneo em Língua Portuguesa, publicado ou não, de autoria de brasileiros e estrangeiros, sem distinção de sexo, faixa etária e nacionalidade.

3.2Fica estabelecido que poderão participar obras de outros países, publicadas ou não, desde que a tradução para a Língua Portuguesa tenha sido feita por tradutores brasileiros natos e residentes no Brasil, devidamente identificados e qualificados no momento da inscrição.

3.3Por se tratar de um CONCURSO aberto a obras publicadas ou não, não há que se falar em “ineditismo”, no entanto, serão eliminadas deste CONCURSO obras que já tenham sido premiadas até a data da sua inscrição ou as que porventura venham a ser premiadas até a data da premiação do I Prêmio Tecido Verbal de Literatura 2012– Gênero: Romance Urbano Contemporâneo.

3.3.1Serão consideradas obras já premiadas as que ganharam ou ganharem dentro do prazo estipulado no item 3.3 quaisquer outros concurso, prêmio e/ou congênere em qualquer país, independente da instituição que as tenha congraçado, da colocação obtida e do tipo de premiação recebida, com exceção de menções honrosas.

4. Das Inscrições

Independente do país de origem das obras e/ou autores/as, as inscrições têm vigência no período de 6 de março de 2012 até 6 de abril de 2012, valendo a data de inscrição como “oficial”. A data de envio do livro, devido a problemas geográficos que possam surgir, já fica aqui estendida até dia 25 de abril de 2012.

I - A partir das 23h59 min de 6 de abril de 2012 não serão aceitas inscrições, salvo eventual prorrogação feita por aditamento a este edital.

II - Inscrições feitas em data extemporânea serão reembolsadas aos inscritos.

III - Serão aceitas inscrições por procuração na qual devem constar a responsabilidade do procurador em todas as etapas do evento, inclusive o direito de receber o prêmio caso a obra seja escolhida como vencedora.


4.1Das Obras Literárias

4.1.1Cada autor/a poderá concorrer com quantas obras desejar, desde que, no caso de obras já publicadas, limite-se a no máximo 3 (três) publicações de uma mesma editora.
4.1.2Não há limites de obras para as editoras pois o prêmio é nominal ao/à autor/a sendo as editoras beneficiárias do prêmio em segunda instância. O item 4.1.1 retro objetiva limitar o/a autor/a e não a editora.

4.1.3Só serão aceitas obras publicadas nos últimos 5 (cinco) anos, ou seja, obras com sua primeira edição a partir de 6 de março de 2007, o que não se aplica a obras não publicadas.

4.1.4Só serão aceitas inscrições de livros físicos, incluindo e-books impressospublicados ou não por uma editora, livros escritos em braile, quando for o caso, e livros apostilados, no caso dos não publicados, sendo descartadas as obras em audiobook, slides ou outro meio não-físico como convencionado pelo mercado editorial.

4.1.5No caso específico dos livros não publicados, a inscrição pode ser feita memso sem o ISBN ou depósito legal na Câmara Brasileira do Livro (CBL) ou na Biblioteca Nacional, ou suas correspondentes em outros países, uma vez que o sub-item 4.3.2.1 adiante recomenda um outro modo de se garantir o direito autoral dentro e fora do país. Este item também se aplica a livros de produção independente ou artesanal feitos sob demanda e que não possuam o ISBN.

4.2Da Taxa de Inscrição

4.2.1O valor único, para obras publicadas ou não, é de R$ 75,00 (setenta e cinco reais) por livro.

4.2.2A taxa de inscrição deve ser feita por depósito bancário ou qualquer outro tipo de transferência entre bancos nacionais ou internacionais, respeitada a data de 6 de abril de 2012 como dead-lineàs 23h59min.

4.2.3A conta oficial para este CONCURSO é:

Banco do Brasil
Agência 0199-6
Conta Corrente 23.784-1

4.3Do Envio dos Livros

Os livros objetos deste Edital, publicados ou não, devem ser enviados para a sede da Editora Tecido Verbal, na Rua Tamoios, no 55, Vila Botelho, CEP 18044-230, Sorocaba – SP – Brasil, em embalagem segura contra danos, por conta do/a autor/a, contendo as exigências abaixo, nos sub-itens 4.3.1 e 4.3.2:

4.3.1Envio de livros já publicados

• 2 (dois) exemplares originais da última edição ou reimpressão, a título de doação, sem dedicatória ou qualquer outra anotação manual na capa ou corpo do livro. Estes livros não serão devolvidos.
• Cópia reprográfica (xerox comum) do comprovante de inscrição feito dentro do período mencionado no caput do item 4 retro deste Edital.
• Folha única digitada, tamanho A4, fonte Arial 12, cor preto, contendo a qualificação do/a autor/a: nome e endereços completos, data e local de nascimento; cópia reprográfica comum de qualquer documento de identificação com ou sem foto; meios disponíveis para contato, tais como telefones/celulares, e-mails, blogs, sites pessoais, rede social pertencente, ou qualquer outro meio para rápida localização do/a autor/a. Destes últimos meios, apenas telefones/celulares são obrigatórios.
• Tratando-se de tradução para a Língua Portuguesa e/ou inscrição por procuração, as exigências do parágrafo anterior são obrigatórias também ao tradutor e/ou procurador, os quais, necessariamente, não precisam ser a mesma pessoa.


4.3.2Envio de livros não publicados

• 1 (uma) cópia encadernada em espiral do livro completo, em folha A4, fonte Arial 12, cor preto, margem justificada, numerado a partir da capa e com uma rubrica do/a autor/a ao lado do número de cada página, centralizado no rodapé da folha, com a citação na última página escrita do livro, também rubricada, com o total de páginas da obra. Como exemplo, apenas, a citação deve ser algo como: “este livro contém [quantidade] páginas” [atenção: rubricar abaixo desta frase]. Esta cópia do livro e CD não serão devolvidos.
• No caso de E-books, com ou sem editoras e com formatos já definidos (fontes, etc,), a numeração das páginas como referenciado no parágrafo anterior deve ser feita à mão a partir da capa.
• Cópia reprográfica (xerox comum) do comprovante de inscrição feito dentro do período mencionado no caput do item 4 retro deste Edital.
• Folha única digitada, tamanho A4, fonte Arial 12, cor preto, contendo a qualificação do/a autor/a: nome e endereços completos, data e local de nascimento; cópia repográfica comum de qualquer documento de identificação com ou sem foto; meios disponíveis para contato, tais como telefones/celulares, e-mails, blogs, sites pessoais, rede social pertencente, ou qualquer outro meio para rápida localização do/a autor/a. Destes últimos meios, apenas telefones/celulares são obrigatórios.
• Tratando-se de tradução para a Língua Portuguesa e/ou inscrição por procuração, as exigências do parágrafo anterior são obrigatórias também ao tradutor e/ou procurador, os quais, necessariamente, não precisam ser a mesma pessoa.

4.3.2.1 No caso específico de livros não publicados ou publicados de forma independente, para segurança dos direitos autorais, o ORGANIZADOR apenas “recomenda” que o/a autor/a envie também uma cópia para si mesmo em seu endereço no mesmo dia. Contudo, esta correspondência “sugerida” não deve ser aberta, permanecendo lacrada em poder do/a autor/a como fonte única de que a obra lhe pertence, assim como todos os direitos autorais a ela pertinentes. A referida embalagem só deve ser aberta em casos que envolvam lides judiciais, pois se torna prova contundente e irrefutável de sua autoria perante o Juízo, seja nacional ou internacional.

5. Do Critério de Seleção, Julgamento e Escolha da obra Vencedora.

Este CONCURSO será julgado exclusivamente por leitores comuns atribuindo sentido simbólico de que a obra vencedora será escolhida pelos verdadeiros destinatários de qualquer obra literária: o leitor.

5.1Dos Leitores-Julgadores

Sendo assim, os Leitores-Julgadores, doravante denominados apenas LEITOR/ES serão uma equipe de homens e mulheres composta por:

a) 3 (três)representantes da Editora Tecido Verbal;
b) 20 (vinte) leitores-beta “autônomos” disponíveis no mercado, que não sejam editores;
c) 100 (cem) leitores comuns convidados pelo ORGANIZADOR, entre: estudantes e professores do ensino médio e superior da rede pública e privada; profissionais liberais não vinculados ao mercado editorial; funcionários e agentes públicos; jornalistas que não exerçam o ofício da crítica literária; empresários sem vínculos com o mercado editorial; comerciários; profissionais da saúde; bibliotecários; ghost-writers e agentes literários que não sejam editores; bancários; aposentados/pensionistas e donas-de-casa.

5.1.1Ficam vedados para esta função, entre os LEITORES, os editores em geral, os críticos literários, tradutores, roteiristas e os autores/as que estejam concorrendo ao prêmio oferecido neste Edital.

5.1.2Todos os LEITORES citados, excetos o da alínea “a” do item 5.1 serão “remunerados” para o exercício desta atividade da seguinte forma:

a) Cada LEITOR receberá R$20,00 (vinte reais) por livro lido e devolvido com um resumo comentadorubricado. Não há limite de livros disponíveis para cada LEITOR, no entanto, cabe ao ORGANIZADOR fazer a distribuição e a recuperação desses livros da forma que melhor lhe convier;
b) Os LEITORES convidados serão escolhidos aleatoriamente em qualquer localidade do território nacional ou do exterior, ficando a critério do ORGANIZADOR aumentar a quantidade de colaboradores sem prévio aviso de acordo com o volume de trabalhos recebidos para análise.

5.1.3Da Seleção, Pontuação e Desempate


A escolha da obra vencedora deste CONCURSO será feita após cumpridas as seguintes etapas, pela ordem:

1ª.)Três leituras de cada livro feitas por 3 (três) LEITORES diferentes e desconhecidos entre si;

2ª.)Elaboração, pelos LEITORES, de um resumo comentado de até 40 linhas no máximo, e com uma nota rubricada atribuída num escore de 0 a 100 pontos (excetuando-se decimais com o número “0”, por exemplo, 0, 10, 20, 30, 40, 50, 60, 70, 80, 90 e 100), para cada obra lida;

3ª.) Das três pontuações das obras lidas será extraída uma média simples como nota final. Porém, quando a diferença entre essas três notas, dadas a um mesmo livro, for igual ou maior que 30 pontos entre si, serão feitas outras duas leituras por representantes do ORGANIZADOR para eliminar a nota mais baixa e a nota mais alta e compor-se-á nova média como nota final, ainda que persista a diferença mencionada. Lembrando que, as duas novas leituras “para fins de desempate” feitaspor representantes do ORGANIZADOR não gerarão resumos comentados, apenas notas rubricadas.

4ª.) Havendo empate, o único critério adotado será a data e hora exata (h/min/seg) da inscrição feita através do comprovante enviado conforme o item 4 e seus incisos.

5ª.) Persistindo um “improvável” empate, recebe o prêmio o/a auto/a com menor idade.

5.1.4Os LEITORES terão um prazo de 7 (sete) dias corridos para cada livro sob sua responsabilidade. Ultrapassado esse prazo o livro ou os livros deverão ser devolvidos para os organizadores que os repassarão para outros LEITORES, perdendo, o anterior, seudireito à remuneração defendida na alínea “a” do sub-item 5.1.2 retro.

5.1.5Os pagamentos para os LEITORES serão feitos no ato de cada livro devolvido junto com o resumo comentado e nota atribuída com rubrica, sem rasuras num ou noutro.

5.1.6Os nomes dos LEITORES, suas atividades principais e localidades de origem só serão revelados 60 (sessenta) dias após a entrega dos prêmios, podendo o ORGANIZADOR vetar esta publicação se achar conveniente por questões de segurança.

5.1.7Qualquer tipo de contato identificado entre o LEITOR com o autor ou com o editor de algum dos livros em seleção, que trate dos livros que estejam sob sua responsabilidade durante todo o processo de seleção, imediatamente eliminará a obra deste CONCURSO sem prévio aviso, e eliminado o LEITOR da equipe sem direito à qualquer bonificação.

6. Do Prêmio-Extra

6.1 Fará jus a um prêmio-extra o LEITOR e autor do mais bem elaborado resumo comentado, independente da nota atribuída ao livro, no valor de R$ 2.000,00 (dois mil reais).

6.2O ORGANIZADOR através de seus três representantes detém o critério e poder de escolha do vencedor deste prêmio-extra.

7. Disposições Finais

7.1Qualquer prazo mencionado neste Edital pode sofrer alteração por prorrogação, antecipação ou cancelamento, a critério do ORGANIZADOR, desde que seja feita por Aditamento e publicado com pelo menos 72 horas de antecedência a alteração a ser efetuada.

7.2Apenas na eventualidade de cancelamento do CONCURSO, o ORGANIZADOR fica obrigado a promover o ressarcimento dos valores pagos nas inscrições num prazo de até 30 (trinta) dias para todos os inscritos, sob as penas da Lei.

7.3 As eventuais e justificadamente necessárias prorrogações feitas por Aditamento jamais poderão ultrapassar 90 (noventa dias) e não deve se confundir com cancelamento, não gerando assim a obrigatoriedade ao ressarcimento, também sob as penas da Lei.

7.4A inscrição comprova a concordância dos participantes com este Edital.

7.5Fica eleita a Câmara Arbitral de Sorocaba, SP, acordada entre as partes ou outra de outra localidade mediante Termo de Ajustamento de Conduta (TAC)se necessário, o foro para dirimir quaisquer dúvidas referentes a este CONCURSO e seu Edital.

7.6Todos os prêmios mencionados neste Edital são valores líquidos, já descontados todos os eventuais impostos.

Sorocaba, 6 de março de 2012.

Sylvio Carlos Galvão
Diretor-Executivo e Publisher da Editora Tecido Verbal 
Responsável pela Organização do
IPrêmio Tecido Verbal de Literatura 2012– Gênero: Romance Urbano Contemporâneo
editoratecidoverbal@hotmail.com

sábado, 17 de março de 2012

Morremos mais de uma vez na vida



Quando cresci, uma das coisas que me ensinaram foi que todos nós  nascemos, crescemos e morremos. Como todas as plantas e animais existentes no mundo. Escutei várias vezes frases do tipo: "A vida é curta, aproveite, porque só existe uma”...

Hoje que sei que morremos mais de uma vez na vida.

Morrem muitos sonhos... Enterramos tudo embaixo da terra firme, para que em um futuro próximo, o máximo que sobre dessa vida, seja uma lembrança estampada em flores, retratos e vento.

Haverá um cadáver também. Restos mortais que insistem em continuar pregados ao seu novo corpo. Destes que você acaba tropeçando às vezes, e por mais eu você lute para arrancá-los, não existe como.

O pior é que não há um velório!  Não existe aquele tempo que todos precisamos para recarregar as baterias e se levantar. É um processo contínuo... Enquanto você morre, tem que continuar vivendo.  Se arrastando enquanto seus olhos se regeneram depois de tantas lágrimas, a cabeça latejando depois de tentar entender o porquê de tudo na vida.

Mas uma coisa é certa. Por mais que seja doloroso, o renascer é uma certeza reconfortante. E às vezes não sabemos dizer se o que dói mais é a consciência de que tudo passa. Apesar das pernas cansadas, um dia elas levantam como novas... Idéias novas, novas esperanças... Novos sonhos...

A lágrima pode ser inevitável, mas o sorriso é certo...  E embora a saudade corroa o peito com  fúria, o milagre da vida nos ensina que continuar sempre em frente, é a principal regra para ser feliz.

Então vá! Respire fundo e tome fôlego, ainda existe muita vida por cima de tudo que enterramos, e acredite, muitos sorrisos ainda vão brotar do rosto marcado pela inevitável delícia de viver.

"Virá um tempo em que você deverá ficar sozinho. Você deve estar confiante o bastante em seu interior para seguir seus próprios objetivos de vida. Você deve estar disposto a fazer sacrifícios. Você deve ser capaz de mudar e rearranjar suas prioridades, de forma que sua meta final possa ser atingida. Às vezes, o conforto e a familiaridade precisam ser desafiados. Há momentos em que você deve assumir riscos extras e criar suas próprias realidades. Seja forte o bastante para, ao menos, tentar fazer sua vida melhor. Esteja seguro de que não irá se acomodar em seus compromissos só para passar o tempo. Aprecie-se concedendo-se as oportunidades de crescer, desenvolver-se, e encontre o seu verdadeiro propósito nessa vida. Não fique na sombra de alguém quando é a sua luz que deve mostrar o caminho."

terça-feira, 6 de março de 2012

Mania de esquecer


Quem convive comigo sabe que tenho mania de esquecer as coisas. Frases do tipo: “se a cabeça não tivesse colada, esquecia também" são uma constante na minha vida. 

Esqueço tudo: Bolsa em loja, celular em cima do carro, óculos escuros então,  nem sei quantos larguei para trás! Já me condenei por ser tão "desligada",mas não sei o que fazer. Cheguei a agendar com um médico, mas só agora escrevendo é que me lembrei que deveria ter ido à consulta. 


Quem conhece uma tal de D.A.D.I.A?  Pois bem...lhes apresento-lhes à sigla. Talvez se sintam tão aliviados quanto eu. 


"Acabaram de descobrir o diagnóstico para uma moléstia, que ataca a todos com mais de 30 anos... 


Recentemente diagnosticada como D. A. D. I. A.: Desordem da Atenção Deficitária na Idade Avançada. 

Segue relato de uma paciente acometido desse mal:

“Decidi lavar o carro; rumei em direção à garagem e notei minha correspondência largada em cima da mesa. OK! Vou lavar o carro, mas... antes vou dar uma olhadinha na correspondência, pois pode ter alguma coisa urgente. 

Ponho as chaves do carro na escrivaninha, e quando vou jogar fora as propagandas inúteis, noto que a lixeira está repleta. OK! Vou colocar as contas a pagar na escrivaninha e jogar o lixo fora, mas já que vou perto da caixa do correio, decido pagar primeiro estas contas.
Agora, onde está meu talão de cheques? Oops... tenho apenas uma folha de cheque no meu talão. Meus novos talões estão na escrivaninha. 

Oh, lá está o refrigerante que eu estava bebendo! Vou buscar aqueles talões, mas antes eu preciso levar meu refrigerante para longe do computador, talvez seja melhor colocá-la na geladeira para gelar um pouco. 


Vou em direção à cozinha e presto atenção às flores, que precisam urgentemente de água.  Coloco o refrigerante no balcão da cozinha e... 
Oh! Achei meus óculos! Procurei por eles a manhã toda!

Melhor eu guardá-los logo. 

Encho um regador com água e vou em direção às flores... Ah! 
Alguém deixou o controle remoto da TV na cozinha. À noite, quando formos assistir à televisão, nunca iremos pensar em procurá-lo na cozinha, então é melhor levá-lo para a sala, onde é o seu devido lugar. 


Rego às plantas e, sem querer, derramo um pouco de água no chão. 
Jogo o controle remoto no sofá, e vou andando pelo corredor e tento me lembrar o que é que eu estava indo fazer...


 Final do dia: 

O carro não está lavado! 

As contas não estão pagas! 
A coca ainda está largada no balcão da cozinha! 
As flores foram regadas apenas pela metade! 
O talão de cheques está apenas com uma folha!
 Não encontro as chaves do carro! 

Quando tento entender porque nada foi feito hoje, fico atônita, pois SEI QUE ESTIVE OCUPADA O DIA TODO! Percebo que isto é uma coisa seríssima e que irei em busca de auxílio, MAS, ANTES, acho que vou checar meu e-mail. 

Favor enviar isto para todo mundo que você conhece, pois eu NÃO ME LEMBRO PARA QUEM EU JÁ ENVIEI! Mas não mande de volta para mim... eu posso enviar para você de novo..." 


Fala sério! Se você não me conhece...essa aí sou EU! Tirando a idade avançada, claro! 

Prêmio Portugal Telecom de Literatura 2012




O Prêmio Portugal Telecom de Literatura em Língua Portuguesa comemora 10 anos em 2012 e reformulou o seu regulamento, passando a premiar três categorias: Romance, Poesia e Conto/Crônica.

Serão considerados  neste PRÊMIO os livros que preencham cumulativamente os 
seguintes requisitos:

Quanto ao livro:

a) categorias:
  • a.1) poesia 
  • a.2) romance 
  • a.3) conto e crônica.

b) escrito originalmente em língua portuguesa

c) com primeira edição no Brasil no período compreendido entre 1º de janeiro e 31 de 
dezembro de 2011.


As inscrições vão até o dia 25 de março.

Os prêmios são tentadores:

  • R$ 50.000,00 (cinquenta mil reais) para o vencedor da categoria romance,
     
  • R$ 50.000,00 (cinquenta mil reais) para o vencedor da categoria poesia,
  • R$ 50.000,00 (cinquenta mil reais) para o vencedor da categoria conto ou crônica 
  • R$ 50.000,00 (cinquenta mil reais) para o Prêmio Portugal Telecom 2012
Para conferir o regulamento acesse: 


segunda-feira, 5 de março de 2012

Estantes para todos os gostos ( e livros)



Para os apaixonados por leitura é sempre um problema encontrar um lugar “suficiente” para guardar nossos livros. Não há estante que dê conta de tanta paixão! 

A Estante dá um charme especial à nossa casa e ainda expõe, de maneira graciosa e organizada, nossa preferência literária. Inspirada nesse tema, selecionei alguns modelos bem legais. Embora, algumas vezes, não possamos ter uma dessas em casa, vale à pena curtir!

Escolha a sua!


Para o leitor "zen"




Para o leitor minimalista




Para o leitor patriota




Para o leitor cinéfilo




Para o leitor viciado em Vídeo Game




Para a leitora teen




Para o leitor "fantástico"




Para o leitor criativo


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...